Home » Quem Somos » Importância de Fazer Exames

IMPORTÂNCIA DE FAZER EXAMES

A medicina avança a passos largos na detecção precoce e no tratamento do câncer de mama. Confira as recomendações da Sociedade Brasileira de Mastologia quanto ao rastreamento da doença em sua fase inicial.

O câncer de mama tem até 100% de chances de cura quando diagnosticado em fase inicial. Para detecção precoce deve-se estabelecer uma rotina de cuidados descritos abaixo.

Autoexame das Mamas

Deve ser realizado mensalmente, sempre após o ciclo menstrual -consulte seu médico sobre a forma correta de avaliar suas mamas. Diante dos sintomas a seguir, procure imediatamente assistência: nódulo nas mamas ou nas axilas, alteração no contorno natural das mamas, retração ou desvio do bico dos seios, saliências ou retrações da pele das mamas, descamação ao redor do bico do seio ou da aréola e presença de secreções ou sangue ao apertar o mamilo.

Exame Clínico das Mamas

O exame clínico é realizado por médico ou enfermeiro. Usualmente ocorre a cada ano durante a visita de rotina ao ginecologista.

Mamografia

A primeira mamografia deve ser realizada aos 35 anos e anualmente após os 40. Caso a mulher esteja enquadrada como alto risco* para a doença, poderá iniciar o controle mais cedo. A Clínica da Mama conta co Mamógrafo Digital de última geração.

*São consideradas mulheres de alto risco para a doença aquelas com um ou mais parentes de primeiro grau (mãe, irmã ou filha) com câncer de mama antes dos 50 anos; um ou mais parentes de primeiro grau com câncer de mama bilateral ou câncer de ovário; história familiar de câncer de mama masculino; lesão mamária proliferativa com atipia comprovada em biópsia.

Mamografia Anual Ajuda a Detectar Tumores Precoces

O câncer de mama é o mais temido pelas mulheres, devido à sua alta frequência e pelos seus efeitos psicológicos, que afetam a percepção da sexualidade e a própria imagem pessoal. Este tipo de tumor é a principal causa de morte de mulheres com câncer no país. A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) para 2013 é de 53 mil casos novos em nosso país. A mastologista Karimi Amaral, da Clínica da Mama, afirma que enquanto o número de casos diagnosticados aumenta, a mortalidade, também registra uma queda de 0,6% ao ano.

Para a médica, o aumento do diagnóstico do câncer de mama se deve a dois fatores: avanços da medicina e informações sobre prevenção e tratamento. “As mulheres estão entendendo a importância de buscar atendimento com o médico e de fazer o exame de mamografia como prevenção”, afirma Karimi. Ela explica que a hereditariedade é responsável por 10% do total de casos. Mulheres com histórico familiar de tumor maligno de mamas, especialmente se um ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmãs) foram acometidas antes dos 50 anos, devem procurar um mastologista para orientações.

Karimi Amaral garante que a mamografia ainda é a maneira mais eficiente de verificar a existência ou não do câncer de mama. “As mulheres assumiram e aderiram à ideia da prevenção ao câncer de mama, mas precisam ter acesso à realização de uma mamografia com qualidade. Isso irá influenciar diretamente os dados que revelam um melhor prognóstico da doença”, diz a médica.

Karimi revela que a Sociedade Brasileira de Mastologia preconiza a realização anual da mamografia em todas as mulheres acima dos 40 anos. Só este tipo de exame permite detectar alterações mínimas e revelar nódulos que não são perceptíveis à palpação. “E deve ser realizado mesmo em mamas sem alteração no exame físico”, aconselha. “E acrescenta: quanto mais cedo o tumor for encontrado, maiores as possibilidades de um tratamento eficaz.”

MARQUE SUA CONSULTA / EXAME
 

(61) 3213 6625


Para Agendar Consultas, Exames e Procedimentos.

FALE CONOSCO


Quem Somos . Serviços . Nossos Médicos . Convênios . Contato . Notícias

Responsavel tecnico: Dr. Joao Bosco Batista de Lucena (CRM.DF 6652)
CLÍNICA DA MAMA | Unidade Asa Sul • Centro Clínico Sul | Unidade Asa Norte • Ed. Carlton Center | Call Center (61) 3213 6625